Graças à grande concorrência entre os corretores de Forex, eles oferecem vantagens e recursos diferentes. No entanto, escolher um corretor não é uma tarefa fácil para qualquer operador novo ou experiente.

Há alguns aspectos-chave como regulamento e capitalização que falam para a confiabilidade e a competência da organização e que podem ser medido seguindo determinados critérios objetivos.

Mas o verdadeiro desafio na escolha de um corretor vem quando você precisa determinar quais atributos que você está procurando. Juntamente com os recursos em destaque, você pode achar uma fraqueza potencial, dependendo daquilo que você precisa para seu estilo de negociação.

Aqui está a lista de perguntas que você deve fazer antes de escolher a sua corretora:

Temas abordados

  1. O corretor ou o dealer estão regulamentados? Em caso afirmativo, sob as leis de que país?
  2. A plataforma desse corretor é confiável?
  3. Capitalização
  4. A companhia é uma corretora ou concessionária?
  5. Suporte ao cliente
  6. Custos: Estrutura das Taxas e Comissões
  7. Tipos de Conta
  8. O corretor está oferecendo algum serviço que agrega valor?
  9. Políticas de alavancagem e margem


O que você deveria saber…

1. O corretor ou o dealer estão regulamentados? Em caso afirmativo, sob as leis de que país?

Nem todos os países seguem as mesmas regras, nem tem o mesmo ambiente regulador e requisitos para registro financeiro. Portanto, é importante para todos os investidore/operador escolher um corretor de forex que esteja num país onde suas atividades sejam monitoradas por uma agência reguladora. Também é importante saber se o corretor ou negociante está seguindo as regras de um país on-shore ou off-shore, já que o último pode ser mais liberal com os requisitos de registro.

  • EUA
  • RU
  • Zona do Euro
  • Japão
  • Austrália
  • Suíça

Todos os tipos de operadores devem conhecer as regras a que devem obedecer seu corretor ou negociador e ter um entendimento claro do corpo regulador que governa a atividade forex onde o corretor ou negociador selecionado realiza suas atividades.


Ver lista de Organizações de Regulação Lista de Corretores por País e Regumento

2. A plataforma desse corretor é confiável?

Dependendo das características de hardware e software de cada um, pode-se preferir uma app de fundo de tela ou uma app baseada na web (java). Entender qual tipo de plataforma é melhor no seu caso é critico para o trading.

Também é importante ter certeza de que a plataforma não pára de funcionar ou congela muitas vezes, especialmente durante horas de notícias econômicas ou eventos, quando os traders precisam de estabilidade. A segurança que uma plataforma oferece deveria ser uma preocupação maior que a aparência que ella tenha.

Um trader agressivo, ou alguém que gosta de fazer grandes trades com frequência, sempre vai ter que buscar uma plataforma estável que nunca ou quase nunca tem problemas para funcionar. Ao contrário, um trader passivo e conservador que não fica assistindo ao mercado durante todo o dia pode ser mais flexível.

Em termos de trading, user-friendly quer dizer que fazer um pedido ou fechar um negócio podem ser feitos imediatamente. Trading de um clique e gerenciamento de perdas, limite e outros tipos de pedido são vantagens que um trader pode querer levar em consideração.

Além disso, é útil que a navegação geral numa plataforma seja user-friendly. Se uma plataforma oferece gráficos e ferramentas adicionais, eles deveriam ser simples de acessar e usar.

Este é um ponto crítico para o trader agressivo (intraday/scalp) cuja dependência na plataforma de trading é maior que a de um trader moderado ou conservador.



3. Capitalização

Como você já sabe, quanto melhor capitalizados forem os formadores de mercado, mais relações de crédito eles conseguem estabelecer com seus provedores de liquidez e assim podem obter preços mais competitivos para si mesmos e seus clientes.

A natureza OTC do mercado torna extremamente difícil que um corretor consiga preços competitivos sem uma margem depositada em uma instituição financeira ou banco. Como resultado, é muito importante para investidores individuais que sejam muito diligentes ao escolher o corretor Forex com o qual eles querem negociar.

Se um corretor-dealer diz que é seguro negociar com ele porque eles faz negócios no mercado interbancário, você sabe o que quer dizer. Até hoje, o mercado interbancário é um clongomerado sem regras e sem unidade normalmente utilizado por bancos centrais, bancos de investimentos e corporações muito grandes.

Como membro de uma autoridade reguladora, um corretor precisa atender a um nível mínimo de capitalização. Esse fato tem uma relação direta com a habilidade de permanecer solvente e também é indicador do tamanho da companhia.

O mínimo de capital requerido nos EUA é atualmente (Jan 09) 10,000,000 e a tendência é que aumente aos 20,000,000 no decorrer dos próximos meses. Se o corretor não torna essa informação pública, é um sinal que pode significar falta de solvência.



4. A companhia é uma corretora ou concessionária?

Entender a natureza de um corretor versus um dealer é uma tarefa importante, já que existem atualmente vários diferentes tipos de empresas que trabalham com o forex over-the-counter (OTC FX).

Lidando com um corretor.

Um corretor age como um conduíte entre o consumidor e o formador de mercado/dealer. O corretor envia o pedido do cliente para outra parte para que seja executado na mesa de negócios do formador de mercado. O spread que o consumidor recebe depende do formador de mercado ou dealer que o corretor usa para fazer as transações do cliente, e o sistema utilizado pode ser fixo ou dinâmico. Corretores geralmente cobram taxas por esse serviço e/ou são compensados pelo formador de mercado pelas transações que ele leva à sua mesa de operações.

Lidando com um formador de mercado ou "Dealer"

Cada formador de mercado tem uma “mesa de operações”, que é o método tradicional que a maioria dos bancos e instituições financeiras usa. Os formadores de mercado proporcionam um preço de duas mãos para os clientes através do dia. Esses preços algumas vezes são fixos, o que significa que eles não sobem ou descem durante o dia, enquanto outras firmas usam um sistema dinâmico, o que quer dizer que os preços mudam ao mudar a liquidez de certos pares. O formador de mercado interage com outros formadores de mercado para administrar sua posição global e risco no FX. Cada formador de mercado oferece um preço ligeiramente diferente numa particular moeda baseado no seu livro global de FX. Bancos, bancos de investimento, corretores/dealers e FCMs formam a maior parte dessa categoria. Os formadores de mercado são compensados pela sua habilidade de lidar com o risco global do FX. Isso pode incluir spread de receita, receita líquida e receitas nos swaps e conversões de lucros ou perdas residuais.

Modelo de corretagem ECN.

No forex OTC, hoje em dia existe um método modificado de corretagem chamado "ECN." Não é o mesmo que o termo ECN usado em ações, eles são modelos completamente diferentes. O conceito em OTC FX é bastante similar ao ponto acima, exceto pelo fato de que o ECN atua como um corretor para uma variedade de formadores de mercado ou mesa de operações. Cada dealer manda um preço ao ECN assim como uma quantidade de volume em que uma quota é “boa”, e então o ECN distribui esse preço ao consumidor. O ECN não é responsável pela execução, só pela transmissão do pedido para a mesa de operações de onde o preço foi obtido. Nesse sistema, os spreads são determinados pela diferença entre a melhor e a pior oferta num dado momento. Nesse modelo, o ECN é compensado pelas taxas cobradas ao cliente mais um kick-back ou rebate da mesa de operações baseado no volume ou quantidade de pedidos que vêm do ECN.

É importante ressaltar que um ECN normalmente mostra o volume disponível para troca de cada oferta e lance, e assim o trader sabe qual é o máximo que ele pode requerer. O volume de ECN é apenas uma reflexão do que esta disponível para cada ECN, não no mercado como um todo. O formador de mercado ainda decide o seu volume baseado no conforto com sua liquidez num dado período. O formador de mercado tem como responsabilidade proporcionar liquidez em qualquer para todos os seus clientes.

Lista de Corretores por Tipo de Negócio

5. Suporte ao cliente

Uma das coisas mais importantes que deveriam ser verificadas num corretor é o serviço ao cliente. O mercado Forex funciona 24 horas por dia, então o ideal seria que você escolhesse um corretor que pudesse auxiliar a qualquer momento. Ele tem esse serviço no seu idioma?

Qual meio é usado para contatar o suporte: e-mail, chat ou você pode falar por telefone com uma pessoa real? Os representantes parecem saber do que estão falando? Como eles respondem as suas perguntas pode ser a chave para como eles lhe responderiam numa situação real.

Ao fazer o trading você pode ter problemas técnicos. Então tente antecipar essas situações críticas e simule essas perguntas e pedidos para o seu corretor. Você pode fazê-lo por meio de uma conta demo.

O website já deveria explicar tudo claramente, mas assegure-se de confeir a qualidade e eficiência do SAC antes de abrir uma conta.



6. Custos: Estrutura das Taxas e Comissões

O mercado Forex, ao contrário de outros mercados de câmbio, tem uma característica única que muitos formadores de mercado usam para seduzir os negociantes a fazer o trade: eles prometem não cobrar taxas de câmbio ou taxas reguladoras, nenhuma taxa de dados e, melhor ainda, nenhuma comissão. No capítulo anterior já mencionamos que essa vantagem tem que ser bem compreendida, porque na hora de avaliar custos, eles dependem muito dos seus números de trading como frequência, porcentagem e outras estatísticas de desempenho.

Basicamente, existem três estruturas de comissão usadas pelos corretores de Forex.:
  1. Spread fixo
  2. spread variável
  3. comissão baseada na porcentagem do spread

Só um rápido lembrete: spread, normalmente calculada em pips, é a diferença entre o preço de compra e venda.

Então, qual é a melhor escolha?

Por um lado, você pode pensar que a spread fixo é a escolha correta, porque você sabe exatamente o que esperar. Por outro lado, voc ê pode achar que consegue fazer um bom negócio pagando uma propagação menor porém menor.

Primeiramente, pense que o melhor negócio é escolher um corretor de boa reputação que é bem capitalizado, tem fortes relacionamentos com os grandes bancos de forex e pode prover a liquidez que você precisa para fazer um bom trade. Em segunto lugar, você precisa calcular o impacto de todas as possíveis estruturas tarifárias no seu modelo de trading para saber qual é mais favorável.

Alguns corretores de Forex não cobram comissão, então eles ganham dinheiro com o spread. O número mais baixo de pips requeridos por trade pelo corretor reflete a maior chance de lucro hipotético que se pode ganhar. Comparar a propagação de pips de meia dúzia de corretores mostrará diferentes custos de transação.

No caso de um corretor oferecer um spread variável, se pode esperar um spread que algumas vezes será tão baixa como 1 pip ou alto como 7 na maioria dos pares, dependendo do nível de volatilidade do mercado. Enquanto os formadores de mercado fornecem um preço de duas mãos para os clientes durante o dia, esses preços podem ser cotados numa base fixa, o que quer dizer que eles não se movem através do dia. Mas também podem usar um sistema de spread dinâmico, o que quer dizer que os preços podem mudar conforme a liquidez em certos pares .

Uma falta de liquidez nos mercados ou condições de mercado muito voláteis podem forçar um corretor a aplicar uma derrapagem no preço. Derrapagem, também chamado de “recota”, ocorre quando seu trade é executado fora do preço que lhe foi oferecido, quando você ao final paga mais pips que a média de spread. Esse talvez seja um custo com o qual você não queira arcar se estiver trading a muito curto prazo ou com as novidades.

Perguntar para o seu corretor como ele lida com esse tipo de coisa e se ele tem alguma artimanha para lhe proteger da derrapagem é provavelmente uma idéia boa. Você pode escolher trade com spread fixo, mesmo se estiverem um pouco acima da média, mas são instantaneamente negociadas ao preço desejado.

Alguns corretores até mesmo oferecem a escolha entre um spread fixo ou variável.

Outros corretores, como os ECN, também podem cobrar uma pequena commissão, geralmente lá pelos dois décimos de um pip. Pagar a comissão depende do que mais o corretor oferece. Por exemplo, o corretor pode passar seus pedidos para um conglomerado de grandes formadores de mercado. Você pode escolher um corretor com negócios assim, se quiser spreads mais justos que só estão disponíveis a grandes investidores

Lista de corretores por custos

7. Tipos de Conta

Muitos corretores oferecem dois ou mais tipos de contaas. Essas podem ser mini-contas muito pequenas ou até micro-contas menores ainda, dependendo dos lotes traded. Um lote que consiste em cem mil unidades é chamado um lote padrão. Um lote que consiste de 100,000 unidades é considerado um mini lote; e um lote que consiste de 1,000 unidades é considerado um micro lote. Alguns corretores até oferecem tamanhos fracionários de unidade que lhe permitem estabelecer sua posição.

As contas micro e mini lhe permitem trade um mínimo de capital, enquanto as contas padrão normalmente requerem um mínimo mais alto de capital inicial, variando de corretor a corretor.

Como vêComo você vê, os tipos de conta diferem entre si de acordo com os requisitos mínimos de tamanho comercial. A escolha um tipo de conta específica deve estar relacionada ao seu montante de capital. Este conceito pode parecer um pouco nebuloso, se você está apenas começando, mas tenha certeza vai ficar claro quando você começar a aprender sobre gerenciamento de alavancagem e dinheiro.

Lista de Corretores por Tipo de Conta

8. O corretor está oferecendo algum serviço que agrega valor?

Gráficos em tempo real real fáceis de acessar, notícias e dados econômicos são essenciais para qualquer trader. No entanto, um trader deve considerar esse e quaisquer outros serviços que agregam valor como parte do pacote do corretor ao invés de vê-los como o elemento mais importante em que basear sua decisão.

Esse é um ponto a que o trader de qualquer natureza deveria se dirigir corretamente para estar seguro de que a firma cumpre com os padrões básicos de prover graficos reais, notícias e eventos econômicos.



9. Políticas de alavancagem e margem

Geralmente os traders de Forex gostam de alta alavancagem e algumas vezes escolhem um corretor baseado somente nesta característica. No entanto, os traders devem lembrar que apesar da alavancagem poder gerar lucros altos, também aumenta o nível dos riscos. Considere ainda que existem corretores que oferecem níveis de alavancagens fixas, mas alguns outros podem ajustar o nível de alavancagem baseado na moeda que está sendo trocada e também podem ter políticas específicas para fazer negócios durante os fins de semana.

Os traders devem também levar em conta a política de margem dos seus corretores. Algumas delas seguem o método FIFO (last in first out) quando os requerimentos de margens não correspondem a ações atuais, outros seguem o procedimento LIFO (last in first out), e alguns simplesmente fecham todos os negócios. Dependendo da preferência de cada um, este é um assunto que deveria ser claramente identificado antes da abertura de conta.

Níveis de alavancagem são uma preocupação maior para os traders agressivos que gostam de usar a maior alavancagem possível, enquanto um trader moderado ou conservador deveria contentar-se com níveis médios de alavancagem.